Em 1908, a Igreja Católica do estado de São Paulo foi dividida em cinco dioceses, entre elas Taubaté. Em seu espaço territorial encontrava-se o Santuário de Nossa Senhora de Aparecida, cuja administração foi passada para à então recém criada Arquidiocese de São Paulo. Ao perder o Santuário de Aparecida, uma das igrejas mais rentáveis do país, Dom Epaminondas, bispo de Taubaté, decidiu construir na cidade um santuário para rivalizar com o de Aparecida, atraindo parte dos seus inúmeros fiéis (e é claro, a arrecadação). Foi assim que nasceu primeiro santuário do mundo em homenagem à Santa Terezinha.

“Basílica velha” de Aparecida. (imagem: aparecidaantiga11.blogspot.com.br)

“O que era para ser uma capela tornou-se Igreja, e logo após é denominado de Santuário, exatamente como Aparecida. Em contraponto a Nossa Senhora Aparecida, uma santa de origens populares, cuja devoção sofria, ao longo do tempo, a depuração ultramontana, D. Epaminondas orientava o culto romanizado em direção a uma santa branca e europeia, permitindo, todavia, o mesmo fulgor de piedade, tendo lugar a construção do templo com 969 metros quadrados, em estilo gótico, com terreno cedido pelo poder municipal, ” retirado do texto “A ação romanizadora e a luta pelo cofre: D. Epaminondas, primeiro bispo de Taubaté (1909 -1935)” de Isnard Albuquerque.

Santa Teresinha.

Sem querer

Dom Epaminondas era devoto de Santa Terezinha, mas sua veneração aconteceu por engano. O religioso estava à procura de uma obra sobre a vida de Santa Teresa D´Ávila, mas acabou encontrando a autobiografia de Santa Teresa de Lisieux, uma francesa, e “então nunca mais pode esquecer-se da querida santinha”.

Dom Epaminondas. Acervo Ligia Fumagalli Ambrogi.

 

Santuário de Taubaté

A construção teve início em 7 de junho de 1923, mas as obras levaram 30 anos para serem concluídas sendo finalizadas em 1953.

Um jornal

Assim que foi iniciada a obra do Santuário, foi criado pelo padre Ascânio Brandão, biógrafo de Dom Epaminondas, o jornal de Santa Teresinha. Além dele informações sobre a Santa eram publicadas frequentemente no “O Lábaro”.

Romaria

A primeira romaria ao Santuário de Santa Teresinha aconteceu em 1929 com as obras ainda em andamento. Os fiéis vieram de Silveiras.

 

Não deu

A Diocese de Taubaté, enquanto esteve sob comando de Dom Epaminondas, bem que tentou, mas o Santuário de Santa Teresinha nunca conseguiu rivalizar com o de Nossa Senhora Aparecida.

 

Referência Bibliografica:

  • “A ação romanizadora e a luta pelo cofre: D. Epaminondas, primeiro bispo de Taubaté (1909 -1935)”, de Isnard Albuquerque.

 

Curta o Almanaque Urupês no FacebookYoutubeInstagram Twitter para acompanhar o nosso trabalho.