DI DOMÊNICO

Natural de Lorena e formado no Rio de Janeiro, Hugo Di Domenico chegou em Taubaté para clinicar em 1937.

MÉDICO DE GUERRA

A tecnologia o impediu de ir ao front de batalha. Domênico era especialista em medicina de guerra e atuava no Primeiro Regimento de Artilharia Montada do Rio de Janeiro, que iria puxar os canhões brasileiros em território africano na Segunda Grande Guerra. Entretanto, os tanques de guerra entraram em cena, poupando a vida de equinos e de soldados.

 

LIVROS

Quatro, dos quatorze livros que escreveu, têm como tema a medicina. São eles: Manual Prático de Ondas Curtas em Medicina, Virgílio Várzea, Cruz e Souza e A Medicina no Folclore.

ATUAÇÃO

Dirigiu o Pronto Socorro, chefiou a Clínica de Mulheres e o Departamento de Patologia do Hospital Santa Isabel. Foi diretor do Hospital Universitário e lecionou no curso de medicina de Taubaté. Clinicou até os 99 anos, idade que morreu, em 2014, em seu consultório em Taubaté, na Rua XVde Novembro.

 

Curta o Almanaque Urupês no FacebookYoutubeInstagram Twitter para acompanhar o nosso trabalho.